1 de fev de 2011

COM SARA LEE, BRASIL PODERIA AUMENTAR PRESENÇA NO MERCADO MUNDIAL DE CAFÉ

O Brasil, que produz e exporta café em bruto há 150 anos, e que não tem nenhuma marca ou grande player de capital nacional no mercado mundial de café pronto para o consumo, pode estar perdendo uma grande oportunidade de dar a volta por cima, com a compra, pelo Grupo JBS, do controle da Sara Lee nos Estados Unidos. O BNDES, se não quiser (ou puder) apoiar o grupo nacional no fechamento do negócio, poderia reunir um grupo de produtores ou cooperativas do setor, para ficar com os ativos de café da Sara Lee, que controla diversas marcas, torrefadoras e distribuidoras nos Estados Unidos e em outros países, incluindo o Brasil, onde é líder, permitindo que o nosso país finalmente pudesse aumentar o valor agregado do que foi para nós até agora quase que apenas uma commoditie, passando a marcar presença em todos os segmentos da cadeia produtiva de uma das maiores riquezas nacionais.

Nenhum comentário: