30 de nov de 2016

A ROTA DA TRAGÉDIA



O país - e o mundo do futebol - estão de luto com a morte de vários jornalistas e da maioria da delegação da Chapecoense, mas trata-se, certamente, de uma espécie de tragédia anunciada que não precisava ter acontecido.

Não é concebível que, por economia - não existe outra explicação aparente - os dirigentes de um clube prestes a disputar a final de um torneio continental tenham tomado a decisão - apesar da orientação  do ANAC, que não permitiu sequer que o avião boliviano viesse recolher o time da chapecoense em território brasileiro - de contratar uma companhia que, ao que tudo indica, possuía um único avião, de um modelo que saiu de linha há 14 anos, e que, entre outras limitações, mal dispunha de autonomia para cobrir a rota prevista, para uma viagem sobre uma região montanhosa, em uma época em que todo mundo sabe que o clima é chuvoso e instável sobre essa parte do mundo.

Tivessem - considerando-se a visibilidade do evento, eventualmente  negociado um desconto pelo marketing, se fosse o caso - e fretado com uma companhia nacional um jato ERJ-070 da Embraer - com igual capacidade, 70 passageiros, com mais de 800 quilômetros por hora de velocidade, maior altitude de cruzeiro, alcance de 3.700 quilômetros, e feito apenas uma escala, saindo de São Paulo, em Rio Branco, no Acre, mesmo contando-se com a imprevisibilidade do destino, há uma enorme probabilidade de que a tragédia não tivesse ocorrido.

4 comentários:

Maribel dias kroth disse...

PARA QUEM GOSTA DE PROCURAR PELO EM OVO

Acontecimentos do dia 29 de novembro, coincidências, destino.....?
Para essas pessoas, são colocados os seguintes questionamentos:
- O voo era para ser fretado, mas a Anatel não autorizou... coincidentemente o avião que faria o fretamento, era de uma empresa Venezuelana, país com o qual Temer está em litígio político.
- O avião utilizado da Bolívia para a Colômbia era antigo, 17 anos, já sem fabricação. Menor custo de descarte. (pensamento maldoso).
- O avião sinistrado executou três voltas para permitir que outra aeronave pousasse antes.
- Casualmente ontem o clima político no Brasil estava voltado para a aprovação da PEC 55, e o acidente desviou totalmente o foco das notícias o dia todo.

Repito: São pensamentos muito levianos, acusatórios, sem fundamento, fruto de mentes criativas, próprias das pessoas que querem sempre justificar o injustificável, ou seja aquilo que é da vontade absoluta de nosso Deus

J disse...

Saúdo Sr.Mauro,
Preciso informar que o senhor está enganado onde cita, "[..]sabe que o clima é chuvoso e instável[..]".
O clima de deteminada região é obitido por uma média na variação das análizes meteorológicas, o período mínimo desta análize de variações é de trinta anos.
Chuvoso e instável é a condição meteorológica no momento da tragédia.
Um grande abraço.
Lenon, estudante de ciências matemáticas e da terra UFRJ

J disse...

Saúdo Sr.Mauro,
Preciso informar que o senhor está enganado onde cita, "[..]sabe que o clima é chuvoso e instável[..]".
O clima de deteminada região é obitido por uma média na variação das análizes meteorológicas, o período mínimo desta análize de variações é de trinta anos.
Chuvoso e instável é a condição meteorológica no momento da tragédia.
Um grande abraço.
Lenon, estudante de ciências matemáticas e da terra UFRJ

Rosko disse...

Sinto muito, mas muito mesmo. Infelizmente não será o último fato trágico causado pela ganância do ser humano.