21 de abr de 2017

ALGUMAS RAZÕES PARA NÃO IR A CURITIBA AO ENCONTRO DE LULA.




A oposição pode estar se equivocando com a ideia das pessoas irem para Curitiba no dia 3 de maio para se  solidarizar com Lula.


Em primeiro lugar porque, quando começou-se a falar nas redes sociais e nos comentários dos portais de notícias, de partir para a capital paranaense para  impedir, “na marra”, a prisão do ex-presidente, caso ela viesse a ser decretada no dia do depoimento, pelo estilo das intervenções e a própria hipótese, descabida, era  evidente que essas mensagens estavam vindo do campo adversário para montar uma esparrela, uma arapuca - como se vê no "meme" acima - na qual  qualquer pessoa de bom senso dificilmente acreditaria que se viesse a cair com a facilidade e rapidez com que isso ocorreu.  


Se a ideia é demonstrar apoio, por que razão não fazer exatamente o contrário do que os adversários estão esperando, e em vez de se manifestar em Curitiba, estabelecer vigílias simbólicas, em todas as capitais do país, durante a tomada do depoimento, com exceção, exatamente, da  capital paranaense?


Em segundo lugar, porque um depoimento não pode se transformar em um cavalo de batalha.
Que os calvos nos desculpem a expressão, mas todo mundo está careca de saber que quem está se dando bem com a politização da justiça, com a decisiva ajuda da parte mais venal e hipócrita da mídia - é a direita.

Se Lula for abertamente hostilizado, ou alguma coisa injusta acontecer com ele, em Curitiba, o fato de ele estar enfrentando, sozinho, a situação, representará um tiro pela culatra para aqueles que querem enfraquecê-lo, fortalecendo, institucionalmente o seu papel, e ressaltando a injustiça e o arbítrio contra ele, não apenas junto à opinião pública nacional, mas aos olhos do mundo.
Em terceiro lugar, porque vai se dar ao Sr. Sérgio Moro mais importância ainda do que ele já pensa que tem, o que o discreto - e modesto - magistrado, ao ver as pessoas se digladiando, na rua, em sua defesa - poderá acabar achando uma maravilha.


Em quarto lugar, porque os fascistas estão desesperados com a consolidação de Lula nas pesquisas, apesar do massacre midiático cotidiano, e precisam de um fato novo, chocante e contundente, aos olhos da maioria da população, para tentar mudar esse quadro.


Quando tem gente que está louca para produzir um confronto, pode até se armar  um atentado, para acusar o adversário de estar por trás dele.


Ou, no mínimo, existe o risco de que se tente infiltrar sabotadores e vândalos no lado pró Lula, para atacar, vestidos de vermelho - quando é que esse pessoal vai entender que o uso do verde e amarelo não é prerrogativa oficial da direita?- as forças de segurança presentes e desaparecer logo depois na multidão, justificando todo o tipo de violência que venha a ocorrer em seguida.


Essa é a tática que foi usada pra engrossar as estúpidas manifestações de 2013 e 2014, no Brasil, que está sendo usada na Venezuela, e que foi adotada na Ucrânia e na maioria dos países árabes, no início da tal “primavera” que os mergulhou no inferno de destruição, miséria e guerra em que se encontram agora.
Ou alguém duvida que, em caso de confronto, com a mentalidade predominante atualmente na polícia, na justiça, no ministério público, as vítimas vão ficar todas de um lado e as simpatias - e as armas - todas do outro?    


A recente condecoração, no Dia do Exército, com a máxima comenda da Força Terrestre, de um jornalista que se deu ao trabalho de escrever um livro diminuindo o papel da FEB na Itália - publicamente criticado, quando de seu lançamento, pelo Comandante do Segundo Exército, General Sebastião Ramos de Castro - e de um magistrado que, com a sua atuação, está colocando em risco projetos estratégicos de material de defesa que levaram décadas para voltar a ser executados em nosso país, são significativos dos estranhos tempos que estamos vivendo.    


Se, no lugar de aceitar provocação - a começar a do próprio juiz que pretende obrigar Lula a assistir ao depoimento de todas as suas dezenas de testemunhas de defesa - e ir para as ruas em Curitiba, as pessoas que estão se preparando para viajar para lá tivessem defendido a governabilidade e a democracia nas redes sociais, desde o início desse processo nefasto, em 2013,  com o mesmo denodo e empenho,  o  fascismo jurídico-midiático não teria chegado ao ponto que chegou, a - suposta - luta contra a corrupção não teria se transformado em um amplo movimento pela antipolítica, Dilma não teria caído e Lula não estaria depondo nas condições em que irá depor no início do mês que vem em Curitiba.


A guerra pela Democracia, a Constituição e o Estado de Direito, para males do debate livre e benefício do pensamento único imperante, foi perdida na internet, que continua praticamente vazia de comentários, nos espaços ditos "neutros", de gente que está incomodada com o que está ocorrendo com o país.   


E ela - infelizmente para aqueles que desprezam a persistência e o planejamento - só poderá ser vencida se for travada no mesmo espaço, com garra, paciência, serenidade, informação e coragem.


Isso, se as pessoas entenderem que é preciso se mobilizar - inteligentemente - tanto do ponto de vista dialético como do jurídico - como mostrou a indenização que Chico Buarque recebeu recentemente por ter sido caluniado.


E não esquecerem que é preciso correr contra o tempo para se evitar a ascensão de um governo radical e fascista no Brasil, já que resta menos de um ano para se tentar vencer a batalha da opinião pública, na defesa da democracia, da liberdade, do voto, da República e das instituições, até que seja dada, oficialmente, em meados de 2018, a decisiva largada da campanha para as próximas eleições presidenciais.

24 comentários:

Anônimo disse...

Lembra da música do Raul Seixas, o dia em que a terra parou? VAMOS ELIMINAR AS BALEIAS AZUIS DA POLÍTICA BRASILEIRA NAS ELEIÇÕES EM 2018! VAMOS À LUTA, UMA GUERRA É FEITA DE MUITAS BATALHAS.
COMO AJUDAR A GREVE GERAL NO DIA 28 DE ABRIL:
EXCETUANDO CASOS DE URGÊNCIA,
- NÃO VÁ A NENHUM MERCADO,
- NÃO VÁ A FARMÁCIAS,
- NÃO MARQUE CONSULTAS PARA ESSA DATA,
- NÃO VÁ A PADARIAS,
- NÃO VÁ A RESTAURANTES DE QUALQUER ESPÉCIE,
- NÃO COMPRE NENHUM MÓVEL, ELETRODOMÉSTICOS, ELETRÔNICOS,
-NÃO VÁ A NENHUM SHOPPING MESMO QUE SEJA SÓ PARA A PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO,
- NÃO VÁ A LOTÉRICAS,
- NÃO VÁ A BANCOS,
- NÃO PAGUE NENHUMA CONTA,
- NÃO ABASTEÇA SEU CARRO JUSTO NESSE DIA,
- NÃO VÁ A ACADEMIAS,
- NÃO VÁ A ESCOLA/FACULDADE OU CURSOS DE QUALQUER ESPÉCIE,
- NÃO VÁ A AÇOUGUES E,
ESSAS COISAS DEVEM SER EVITADAS MESMO QUE VOCÊ NÃO VÁ TRABALHAR.
* CONTRIBUA PARA O SUCESSO DA GREVE GERAL, POIS, É A SUA APOSENTADORIA E SUAS GARANTIAS TRABALHISTAS QUE SERÃO CORTADAS SE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E DA CLT FOREM APROVADA.
É HORA DE MOSTRARMOS QUEM MANDA NESSE PAÍS.
REPASSE PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS, POSTE NAS REDES SOCIAIS. É HORA DA MOBILIZAÇÃO. NÓS O OS ELEITORES VAMOS ELIMINAR AS BALEIAS AZUIS E AS MOSCAS VAREJEIRAS, DEPUTADOS E SANADORES CORRUPTOS DA POLÍTICA NACIONAL QUE MATAM O POVO BRASILILEIRO.

Ivan G. Cavalcanti disse...

Boa tarde, prezado Professor Mauro Santayana. Achei um muito lúcido escrito de sua parte, notadamente, a inteligência, paciência, serenidade, garra, coragem e mobilização que necessitamos ter e exercer para fazerem parte da reconquista do Estado democrático de direito numa grave conjuntura política, social, cultural e econômica vivida em um país injustíssimo em não paz. Porém, não concordo quando o Senhor afirmou que "(...) A guerra pela Democracia, a Constituição e o Estado de Direito, para males do debate livre e benefício do pensamento único imperante, foi perdida na internet(...)". Acredito que nesse espaço analisado referente à web nas "fronteiras e internas" brasileiras, nada está definido, nada está vencido. Há que se ressaltar que a conjuntura só muito piorou e os seres que estão no poder exercendo as suas praticas muitas delas em autênticas ações de Estado de exceção só e somente o fazem porque galgaram o poder através de um golpe de Estado, anti democrático, vergonhoso, ilegal e bilionário. Só fazem o que fazem só porque deram um golpe, são golpistas, portanto. Os resultados de práticas contínuas desse instituto central executivo (golpista) são várias destruições, perdas, farsas, roubos, estragos...E para se rumar ao tão necessário Estado democrático de direito para reverter e superar esse nefasto quadro, é muito bom que haja a reflexão profunda, análise correta e prática certa e excelente quanto às questões levantadas em seu escrito. Concordo com quase cem por cento de seu novo presente texto. Que seja feita Justiça justa, sem espetacularizações, sem condenações injustas, sem farsas, sem acusações falsas, que sejam respeitadas as provas verdadeiras, testemunhas com a verdade, dados e históricos verdadeiros, que não haja omissões e mentiras, mais ainda para se partidarizar a justiça. Que haja frieza, cálculo e perseverança com sabedoria. Copiarei e colarei o seu escrito em meu mural. Obrigado e bom feriado, Professor Mauro Santayana. [Comento por aqui também. Experiências fracassadas internacionais já demonstraram a importância dos pontos acima elencados, desde Ucrânia até Egito e Líbia, desde regiões do leste europeu, até parte da China e Tunísia, desde parte de países do sul da ex-URSS até as provocações contra o povo da Síria: não se póde olvidar dos maus exemplos plantados de "revoluções coloridas" ao redor do mundo.] Abraço. Ivan Gilberto Cavalcanti. Paz, Saúde, Justiça, Luz!

Ivan G. Cavalcanti disse...

Boa tarde, prezado Professor Mauro Santayana. Achei um muito lúcido escrito de sua parte, notadamente, a inteligência, paciência, serenidade, garra, coragem e mobilização que necessitamos ter e exercer para fazerem parte da reconquista do Estado democrático de direito numa grave conjuntura política, social, cultural e econômica vivida em um país injustíssimo em não paz. Porém, não concordo quando o Senhor afirmou que "(...) A guerra pela Democracia, a Constituição e o Estado de Direito, para males do debate livre e benefício do pensamento único imperante, foi perdida na internet(...)". Acredito que nesse espaço analisado referente à web nas "fronteiras e internas" brasileiras, nada está definido, nada está vencido. Há que se ressaltar que a conjuntura só muito piorou e os seres que estão no poder exercendo as suas praticas muitas delas em autênticas ações de Estado de exceção só e somente o fazem porque galgaram o poder através de um golpe de Estado, anti democrático, vergonhoso, ilegal e bilionário. Só fazem o que fazem só porque deram um golpe, são golpistas, portanto. Os resultados de práticas contínuas desse instituto central executivo (golpista) são várias destruições, perdas, farsas, roubos, estragos...E para se rumar ao tão necessário Estado democrático de direito para reverter e superar esse nefasto quadro, é muito bom que haja a reflexão profunda, análise correta e prática certa e excelente quanto às questões levantadas em seu escrito. Concordo com quase cem por cento de seu novo presente texto. Que seja feita Justiça justa, sem espetacularizações, sem condenações injustas, sem farsas, sem acusações falsas, que sejam respeitadas as provas verdadeiras, testemunhas com a verdade, dados e históricos verdadeiros, que não haja omissões e mentiras, mais ainda para se partidarizar a justiça. Que haja frieza, cálculo e perseverança com sabedoria. Copiarei e colarei o seu escrito em meu mural. Obrigado e bom feriado, Professor Mauro Santayana. [Comento por aqui também. Experiências fracassadas internacionais já demonstraram a importância dos pontos acima elencados, desde Ucrânia até Egito e Líbia, desde regiões do leste europeu, até parte da China e Tunísia, desde parte de países do sul da ex-URSS até as provocações contra o povo da Síria: não se póde olvidar dos maus exemplos plantados de "revoluções coloridas" ao redor do mundo.] Abraço. Ivan Gilberto Cavalcanti. Paz, Saúde, Justiça, Luz!

Maria disse...

Enquanto o povo se acovardar, esses meliantes lesa-patria vão fazendo o q bem querem. Pra cima deles. É mhor morrer lutando do q se E escravo.porque é isso q esse bando q está no poder querem nos transformar. Tirando dia após dia os direitos do trabalhador.

Vitor Sorenzi disse...

Sem sangue, sem redenção.

Mariadi@49408515 disse...

Sinceramente?

Acredito que o comentário do Senhor Satayana faz sentido, mas ao mesmo tempo, creio que O Brasil só será passado a limpo QUANDO DERRAMARMOS NOSSO SANGUE!!!

ALEMANHA,JAPÃO,ESTADOS UNIDOS E OUTRAS POTENCIAS, SÓ SE REERGUERAM, DEPOIS DE PASSAREM POR GUERRAS./

Anônimo disse...

Essa sugestão de não ir a Curitiba está completamente fora de hora, o que temos hoje é que demonstrar força e não tomar uma atitude que possa passar a impressão de que o Lula tenha ficado isolado depois desse último bombardeio da Globo. Dia três estarei lá.

José de Oliveira Luiz disse...

http://zedosrios.blogspot.com.br/2016/06/quantos-crimes-cometidoscometer.html

Ricardo Brügger disse...

Brilhante reflexão de um texto repleto de astúcia e sabedoria!

Leila Perez disse...

lembre-se da possibilidade de que voce até ganhe essa batalha, mas pode perder a guerra. E isso não é o que queremos. Lula sabe que não está isolado. Ele vai la de cabeça erguida enfrentar o teatro de absurdos e saira disso mais forte do que ja é. Os pontos que Santayana apresenta são muito importantes. Demonstre força na sua cidade, bairro, em frente a rede globo por ex. SDerá muito mais efetivo.

Antônio da Silva disse...

Um cipoal de equívocos norteadores que tentam justificar as ações nefasto-criminosas desta grande quadrilha que assaltou os cofres públicos e vem profanando a nossa querida nação, cujos chefes insistem em dizer: não vi, não sei de nada, não é meu, é de um amigo e está tudo declarado e dentro da Lei.

Jose Antonio disse...

Esta politica se chama apaziguamento e foi levada a cabo por Chamberlain com os resultados que hoje são conhecidos.

Humberto Guanais disse...

E porque devemos ir? Devemos ir para pedir a cabeça do juizeco, almofadinha, seletivo, inescrupuloso do pau mandado dos gringos. Devemos ir para destruir os coxinhas e fascistas do mbl e outros mais. Devemos ir para mostrar ao mundo que LULA não caminha sozinho que temos lado. Pare de tentar ser o ideólogo de centro, de cima do muro. Os trabalhadores estão no seu limite. Se for necessário uma batalha campal, vamos a ela, mas não venha com este discurso escroto, desmobilizador. Dia 03 de maio, vamos tomar Curitiba, vamos cercar os fascistas, vamos encurralar morto e seus camisas pretas

Maximiliano Noviello disse...

LULA NÃO DEVERIA IR A CURITIBA E DEVERIA SE EXILAR EM UMA EMBAIXADA. Respeito os amigos bem intencionados que vão em excursão a Curitiba mas discordo dessa atitude.
Apresentar-se diante do Sr. Moro é reconhece-lo como juiz desta República, o que é inaceitável já que seus métodos afrontam a Constituição e são assemelhados aos da Ditadura Militar. Um milhão de pessoas em Curitiba NÃO evitará a prisão de Lula. Lula preso NÃO pararia o país. No dia seguinte todos iriam trabalhar normalmente. Lula preso NÃO será um herói. Será um preso . Numa embaixada, ele teria segurança, respeito a seus direitos e a imprensa Internacional a seu dispor para orientar o contra-golpe. Pessoas próximas a ele deveriam discutir esse assunto com ele.

Maximiliano Noviello disse...

LULA NÃO DEVERIA IR A CURITIBA E DEVERIA SE EXILAR EM UMA EMBAIXADA. Respeito os amigos bem intencionados que vão em excursão a Curitiba mas discordo dessa atitude.
Apresentar-se diante do Sr. Moro é reconhece-lo como juiz desta República, o que é inaceitável já que seus métodos afrontam a Constituição e são assemelhados aos da Ditadura Militar. Um milhão de pessoas em Curitiba NÃO evitará a prisão de Lula. Lula preso NÃO pararia o país. No dia seguinte todos iriam trabalhar normalmente. Lula preso NÃO será um herói. Será um preso . Numa embaixada, ele teria segurança, respeito a seus direitos e a imprensa Internacional a seu dispor para orientar o contra-golpe. Pessoas próximas a ele deveriam discutir esse assunto com ele.

Marcelo Souza Besser disse...

Bom texto, a logica procede, mas chegaria a uma conclusao diferente. Devemos sim, em todas as manifestaçoes grandes vindouras, seja a do dia 3, seja as proximas ao estilo 2013 (mais sobre isso abaixo), utilizar nossas capacidades midiaticas (cameras celulares etc) para documentar o rosto tanto dos policiais ilegalmente truculentos, quanto os 'agentes provocadores' que e' o termo para os infiltrados que cometem atentados, que marcou 2013 e se propoe a evitar, e os divulgar amplamente.

Em tempo, 2013, apesar da bandeira anticorrupçao ter sido apropriada pela direita, faz parte de um processo pelo qual todos os paises hoje desenvolvidos passaram, que e' quando o desenvolvimento atinge uma massa critica (no nosso caso, o fim da fome) e a populaçao passa a exigir o tratamento da desigualdade (que tinha sido tratada pelo Betinho e depois pelo PT), corrupcao (o processo atual) e privilegios (e mordomais, o passo seguinte) endemicos que vigoravam desde sempre (como no ancien regime ou na republica dos robber barons), e a inoperancia estatal que dela deriva. O golpe e' a elite retardando a transiçao.







Selma Junqueira disse...

Exato. Temoa que demonstrar que Lula nao esta so. Nao o abandonaremos nesta hora. Tem nosso apoio nao so nas pesquisas de opiniao. E preciso una corrente ao lado dele. Vamoa la. Iato e importante. Ele e o unico que posw congregar a todos na luta contra a retirada se nossos direitos.

Selma Junqueira disse...

Exato. Temoa que demonstrar que Lula nao esta so. Nao o abandonaremos nesta hora. Tem nosso apoio nao so nas pesquisas de opiniao. E preciso una corrente ao lado dele. Vamoa la. Iato e importante. Ele e o unico que posw congregar a todos na luta contra a retirada se nossos direitos.

Selma Junqueira disse...

Exato. Temoa que demonstrar que Lula nao esta so. Nao o abandonaremos nesta hora. Tem nosso apoio nao so nas pesquisas de opiniao. E preciso una corrente ao lado dele. Vamoa la. Iato e importante. Ele e o unico que posw congregar a todos na luta contra a retirada se nossos direitos.

marcia regia domingos da silva disse...

Fala se em guerra como prerrogativa para a paz. Os ânimos acirrados de uma nação em desgoverno. A guerra travada não tem estratégia que garanta um mínimo de confiança porque já foi bem sucedida a outra, a que forjou o povo engessado e insensato.

Evna OVNI disse...

Respeito muito a opinião do sr. Mauro Santayana, que sem dúvida nenhuma é um sábio. Mas acho que está na hora de mostrarmos quantos somos. Eu não irei a Curitiba, muitos como eu não terão a oportunidade de fazê-lo, por isso agiremos conforme diz o mestre Santayana, mas acho muito importante essa demonstração de apoio a Lula. Sabemos que a direita tentará desmoralizar o movimento - como ela SEMPRE fez e faz, mas isso não pode servir de motivo para nos acoelharmos e permanecermos nas nossas tocas.

Anônimo disse...

Que conversa é esta. Papo de coxinha disfarçado. Temos que ir à luta Democrática para reconquielstarmos a democracia e justiça.

Anônimo disse...

Sou bisavó. .62 anos...vivi com minha neta. ..que criei desde sempre...o melhor governo...conheci a ditadura de 64 de pertinho. .Porto Alegre. ..vi minha irmã mais velha fugindo na av.Borges de Medeiros...da cavalaria arrasadora. ..quando Lula colocou Dilma. ..pensei. ..na próxima eleição ''ele'' volta. ..Não. ..e agora vivemos esse inferno...quero o giverno Lula de volta...para minha bisneta de 4 anos conhecer e aprender cidadania. ..e se formar como a mãe dela...sem pagar pela faculdade...Não poderia mesmo . Para Heloise Vitória conheder DIGNIDADE. Eu vou para as ruas. ..por els e por todos que aprenderam que se pode comer frango assado com maionese todos fim de semana. ..que o aluguel vai ser pago no final do mês. ..que meu Losartana e Atenolol vão estar me esperando na farmácia Popular. ...e muito mais....vou pra rua e onde houver um grupo gritando contra esse governo antidemocrático eu vou e vou gritar até ficar rouca...moro na cidade de ALICE NO PAIS DAS MARAVILHAS. ..Balneário Camboriu...SILENCIO ABSURDO..Obrigada por me deixar desabafar. .um abraço meu nome é Vitoria Moraes técnica em enfermagem. ..quase aposentada. ..quase

josé lopes disse...

Muito ben Ivan!