2 de nov de 2012

A SINUCA AMERICANA


  (JB) -             Os Estados Unidos advertiram o governo de Israel contra seu projeto de ataque preventivo às instalações nucleares do Irã, conforme noticiou The Guardian, em sua edição de 4ª feira. O aviso não foi das autoridades civis de Washington, e, sim, dos comandantes das tropas militares norte-americanas em operação na região do Golfo – o que, ao contrário do que se pode pensar, é ainda mais sério. O argumento dos militares é o de que esse ataque, além de não produzir os efeitos desejados – porque o Irã teria como retomar o seu programa nuclear – traria dificuldades políticas graves aos aliados ocidentais na região, sobretudo a Arábia Saudita e os Emirados Árabes – de cujo abastecimento direto depende a 5ª. Frota e as bases das forças terrestres e aéreas que ali operam.
           Embora as dinastias árabes pró-ocidentais temam o poderio militar do Irã,  temem  mais a insurreição de seus súditos, no caso de que se façam cúmplices de novo ataque a outro país muçulmano. Nunca é demais lembrar  que os Estados Unidos e a Europa dependem também do petróleo que passa pelo golfo e  atravessa o Canal de Suez, controlado pelo Egito.
           Há, nos Estados Unidos – e, entre eles, alguns estrategistas do Pentágono – os que pensam ser hora de ver em Israel  um país como os outros, sem a aura mitológica que o envolve, pelo fato de servir como lar a um povo milenarmente perseguido e trucidado pela brutalidade do nacional-socialismo. Uma coisa é o povo – e todos os povos têm, em sua história, tempos de sacrifício e de heroísmo, embora poucos com tanta intensidade quanto o judeu e, hoje, o palestino – e outra o Estado, com as elites e os interesses que o controlam.
         Nenhum outro governo – nem mesmo o dos Estados Unidos – são tão dominados pelos seus militares quanto o de Israel. Eminente pensador judeu resumiu o problema com a frase forte: todos os estados têm um exército; em Israel é o exército que tem um Estado.  
         O Pentágono acredita que uma guerra total contra o Irã seria apoiada pelos seus aliados da região, mas os observadores europeus mais sensatos não compartilham o mesmo otimismo. A ofensiva diplomática de Israel na Europa, em busca de apoio para - em seguida às eleições norte-americanas - uma ação imediata contra Teerã, não tem surtido efeito. Londres avisou que não só é contrária a qualquer ação armada, mas, também, se nega a permitir o uso das ilhas  de Diego Garcia e Ascenção (cedidas pela Inglaterra para as bases ianques no Oceano Índico), como plataforma para qualquer hostilidade contra o país muçulmano.
        Negativa da mesma natureza foi feita pela França, que, conforme disse François Hollande a Netanyahu, não participará, nem apoiará, qualquer iniciativa nesse sentido. É possível, embora não muito provável, que Israel conte com Ângela Merkel. Israel tem esperança na vitória de Romney, e a comunidade israelita dos Estados Unidos se encontra dividida. Os banqueiros e grandes industriais de armamento, de origem judaica, trabalham com afã para a derrota de Obama. E há o temor de que, no caso da vitória republicana, os israelitas venham a aproveitar o esvaziamento do poder democrata para o ataque planejado.
        Além disso, Netanyahu não tem o apoio unânime entre os militares de seu país para esse projeto. Amy Ayalon, antigo comandante da Marinha, e dos serviços internos de segurança, o Shin Bet, disse que Israel não pode negar a nova realidade nos países islâmicos: “Nós vivemos – avisa – em novo Meio Oriente, onde as ruas se fortalecem e os governantes se debilitam”. E vai ao problema fundamental: se Israel quer a ajuda dos governos pragmáticos da região, terá que encontrar uma saída para a questão palestina.   É esta também a opinião, embora não manifestada com clareza, do governo de Obama, de altos chefes militares americanos, e dos círculos mais sensatos da comunidade judaica naquele país.
       O fato é que os Estados Unidos se encontram em uma situação complicada. Eles não têm condições militares objetivas para entrar em nova guerra na região, sem resolver antes o problema do Iraque e do Afeganistão. Seus pensadores mais lúcidos sabem que invadir o Irã poderá significar a Terceira Guerra Mundial, com o envolvimento do Paquistão no conflito e, em movimento posterior, da China e da Rússia. Washington, na defesa de seus interesses geopolíticos, deu autonomia demasiada a Israel, armando seu exército e o ajudando a desenvolver armas atômicas. Já não conseguem controlar Tel-Avive.
        Estarão dispostos, mesmo com o insensato Romney, a partir para uma terceira guerra mundial?        No tabuleiro de xadrez, se trata de “xeque ao Rei”; na mesa de bilhar, de sinuca de bico.

Este texto foi publicado também nos seguintes sites:


http://www.jb.com.br/coisas-da-politica/noticias/2012/11/02/a-sinuca-americana/
http://www.viomundo.com.br/politica/santayana-estados-unidos-numa-sinuca-de-bico.html
http://www.planetaosasco.com/barueri/index.php?/2012110353612/br-em-foco/santayana-estados-unidos-numa-sinuca-de-bico.html
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/11/02/santayana-israel-poe-obama-em-sinuca/
http://navalbrasil.com/israel-e-a-sinuca-de-bico-dos-eua/
http://planetabarueri.com.br/barueri/index.php?/2012110353612/br-em-foco/santayana-estados-unidos-numa-sinuca-de-bico.html
http://correiodobrasil.com.br/israel-e-a-sinuca-de-bico-dos-eua/539669/
http://www.padrescasados.org/archives/5245/5245/
http://ponto.outraspalavras.net/2012/11/07/sinuca-americana/
http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=51743
http://contextolivre.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://asfacesdanoticia.blogspot.com.br/2012/07/gilmar-mendes-juiz-nao-reu-integra-da.html
http://tsystemsservehttp.blogspot.com.br/2012/11/israel-e-sinuca-de-bico-dos-eua.html
http://blogdofajardo.wordpress.com/2012/11/04/estados-unidos-numa-sinuca-de-bico/
http://2012umnovodespertar.blogspot.com.br/2012/11/israel-e-sinuca-de-bico-dos-eua.html
http://www.debatesculturais.com.br/a-sinuca-americana/
http://oempastelador.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://minutonoticias.com.br/israel-e-a-sinuca-de-bico-dos-eua
http://brasilsoberanoelivre.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://www.ladislauleal.com.br/2012/11/israel-e-sinuca-de-bico-dos-eua-por.html
http://www.marchaverde.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://inversocontraditorio.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://qap24horas.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2012/11/israel-poe-obama-em-sinuca.html
http://andradetalis.wordpress.com/2012/11/05/a-sinuca-americana/
http://sensoreconomicobrasil.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana-mauro-santayana.html
http://gilsonsampaio.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://militanciaviva.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://altamiroborges.blogspot.com.br/2012/11/israel-e-sinuca-de-bico-dos-eua.html
http://esquerdopata.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://noticia-final.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://ecoepol.blogspot.com.br/2012/11/santayana-israel-poe-obama-em-sinuca.html
http://spatiumimperium.blogspot.com.br/2012/11/crise-iraniana.html
http://ronaldolivreiro.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://blogdeumsem-mdia.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://virgulinoreidocangaco.wordpress.com/2012/11/04/a-sinuca-americana-by-mauro-santayana/
http://nilsonsa.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://franklinalves.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://retratoafins.blogspot.com.br/2012/11/santayana-estados-unidos-numa-sinuca-de.html
http://chebolas.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana-os-estados-unidos.html
http://fim.acordem.com/menu/6/38538//
http://sarannoticias.blogspot.com.br/2012/11/israel-e-sinuca-de-bico-dos-eua.html
http://www.world-revolution.com/israel-e-a-sinuca-de-bico-dos-eua/
http://opedeuta.blogspot.com.br/2012/11/a-sinuca-americana.html
http://observadorinternacional.zip.net/arch2012-11-04_2012-11-10.html
http://segundoblogdoricardo.blogspot.com.br/2012/11/culto-beleza-e-eua-numa-sinuca-de-bico.html
http://www.gazetaderondonia.com.br/pdf/2012110395124/web/israel-e-a-sinuca-de-bico-dos-eua.pdf

4 comentários:

Anônimo disse...

Leonardo:
O país de Lincoln tornou-se um cão de guerra do "Flagelo de Judá"! Por mais bem intencionado que seja, Obama sabe, tal qual Cícero na Roma antiga, "como são unidos e de que influência gozam em nossas assembleias"! Portanto, independente do resultado das eleições estadunidenses, não creio que os americanos possam resistir ao poder do ouro.

Castor Filho disse...

Prezado Mauro
Ao reproduzir este seu artigo no blog http://redecastorphoto.blogspot.com.br, tomamos a liberdade de alterar alguns dados. O simples acesso à postagem é auto explicativo.
Abraço
Castor

Anônimo disse...

Pequena correção:

A Ilha de Ascenção está situada no Oceano Atlântico, praticamente "em frente" a Recife-PE, seguindo uns 2.260 km em direção à Africa...

Nabila Putri disse...

Very nice article and I am Obat Bius and Jual Obat Bius very happy to meet with your blog, the articles are very interesting, thank you for share very amazing article and I wait for the next quality articles...